DIO COME TI AMO – Domenico Modugno

DIO COME TI AMO
Autoria e interpretação de Domenico Modugno.
Vencedora do Festival de San Remo, em janeiro de 1966.

Letra em Italiano Letra em Português
DIO COME TI AMO

Nel cielo passano le nuvole
Che vanno verso il mare
Sembrano fazzoletti bianchi
Che salutano il nostro amore.
Dio come ti amo non é possibile
Avere fra le braccia tanta felicitá
Baciare le tue labbra che odorano di vento
Noi due innamorati come nessuno al mondo.
Dio come ti amo mi vien da piangere
In tutta la mia vita non ho provato mai
Un bene così caro, un bene così vero
Chi può fermare il fiume che corre verso il mare
Le rondini nel cielo che vanno verso il sole
Chi può cambiar l’amore, l’amore mio per te.
Dio come ti amo
Dio come ti amo

DEUS, COMO TE AMO

No céu passam as nuvens
Que vão em direção ao mar
Parecem lenços brancos
Que saúdam o nosso amor.
Deus, como te amo, não é possível
Ter entre os braços tanta felicidade
Beijar os teus lábios que têm perfume de vento
Nós dois apaixonados como ninguém no mundo .
Deus, como te amo, dá-me vontade de chorar
Em toda a minha vida não senti nunca
Um bem tão caro, um bem tão verdadeiro
Quem pode deter o rio que corre para o mar?
As andorinhas no céu que vão contra o sol?
Quem pode mudar o amor, o meu amor por ti?
Deus, como te amo
Deus, como te amo

Comments are closed