Comunidade Italiana no Exterior

Organização da Comunidade Italiana no Exterior
Circunscrição Consular de São Paulo

Associações e círculos
Organizações resultantes da reunião legal entre pessoas, com objetivo principal de manter viva a relação cultural e social com as regiões de origem.

Representantes oficiais das atividades promovidas pelas regiões à favor dos descendentes residente no exterior.

Dessa forma promovem manifestações esportivas, cursos de língua e cultura italiana aos seus associados.

A maioria das associações regionais podem eleger conselheiros/consultores regionais residentes no exterior que representam o país de residência junto a região italiana de origem.
www.comites.org.br/associacoes

Federações
Quando várias associações/círculos se juntam, podem formar uma Federação, que defende e representa os interesses de todos os seus associados.

COMITES – Comitê dos Italianos no Exterior
É um órgão de representação dos italianos no exterior, nas relações com as representações diplomático-consulares. O COMITES, de acordo com as autoridades consulares, pode representar instâncias da coletividade italiana residente na circunscrição consular, junto às autoridades e instituições locais e também contribui para a identificação das exigências de desenvolvimento social, cultural, esportiva e civil da sua comunidade.

*Os conselheiros são eleitos por eleição direta e devem ter a cidadania italiana.

Existe um COMITES para cada circunscrição consular: Belo Horizonte, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo.

Nossa circunscrição compreende os estados de São Paulo, Acre, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Rondônia.
www.comites.org.br

O CGIE – Conselho Geral dos Italianos no Exterior
Órgão consultivo do Governo e Parlamento Italiano sobre grandes temas de interesse da comunidade italiana no exterior.

É o órgão de permanente ligação entre a Itália e a coletividade italiana no mundo e é subordinado MAE – Ministério das Relações Exteriores.

*Os conselheiros do CGIE são eleitos, pelos conselheiros dos COMITES e por representantes de associações italianas. O Brasil tem 4 conselheiros no CGIE.

ITALCAM – Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio, Indústria e Agricultura de São Paulo
Associação sem fins lucrativos, que reúne sócios entre pequenas, médias e grandes empresas. Através de seus Delegados, está presente em 57 cidades do Estado de São Paulo e algumas cidades do Acre, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, sul de Minas Gerais, Rio Grande do Norte, Tocantins e Brasília.

A Câmara de Comércio tem como finalidade estreitar as relações comerciais entre empresas brasileiras e italianas oferecendo assessoria de negócios, com informações seguras e detalhadas, assistência aos programas de investimento, “Network” com as 102 Câmaras de Comércio na Itália e as outras 74 Câmaras Italianas no mundo.
www.italcam.com.br

Escola Eugênio Montale
É uma escola italiana, desde sua origem, bilíngüe e bi-cultural, com títulos de estudo reconhecidos pelo Governo Italiano e pelo Governo Brasileiro. A escola tem a necessidade de assegurar a italianidade dentro do espaço escolar a cidadãos italianos residentes no Brasil ou a cidadãos brasileiros que por ascendência ou não, mantêm relações significativas com a cultura italiana. A ideia é que o ensino possa ser compreendido como um processo muito mais amplo, não reduzido somente ao acesso à informação.
www.montale.com.br

Organizações Institucionais:

Embaixada
Representação diplomática de um País no território de outro. O embaixador é um funcionário diplomático que representa o País frente ao Governo local defendendo os interesses e manifestando as posições do País que ele representa e possui, quando autorizado, plenos poderes para celebrar tratados pela Itália.
www.ambbrasilia.esteri.it/ambasciata_brasilia

Consulado Geral da Itália
Os consulados italianos no exterior exercem principalmente atividades administrativas, sem esquecer porém as importantes tarefas de promoção cultural e econômico-comercial.

Entre as mais importantes se destacam aquelas de oficiais de registro civil nas matérias de cidadania e função de Tabelionato, Juiz e de Responsável Didático.

Os consulados asseguram assistência a todos os cidadãos italianos em caso de violação dos seus direitos fundamentais e de limitação ou privação da sua liberdade pessoal. Assim como em casos de emergência, busca de familiares, nos processos de sucessão iniciadas no exterior e na repartição dos corpos, entre outros.
www.conssanpaolo.esteri.it/consolato_sanpaolo

Instituto Italiano de Cultura
Órgão oficial do Governo Italiano. O Instituto tem a tarefa de manter vivas e reativar os valores de tradição e as ligações com a cultura de origem da comunidade, enriquecer o panorama cultural com iniciativas de promoção da língua e cultura italiana, mas também com ações de cooperação entre italianos e brasileiros. Além disso, é propulsora de iniciativas contemporâneas como organização de eventos, concertos, mostras, exposições, feiras de livros, festivais cinematográficos, teatros, conferências, seminários, cursos de língua e cultura italiana, serviço de informações sobre a Itália.
www.iicsanpaolo.esteri.it

ICE – Instituto do Comércio Exterior
O ICE é uma instituição do Governo Italiano, ligado ao Ministério do Comércio Internacional por meio de uma rede de 142 escritórios espalhados em 84 países e outros 20 na Itália. Promove produtos, tecnologias e serviços italianos em todo mundo, dando especial atenção aos interesses e necessidades das pequenas e médias empresas e de seus consórcios para a exportação. Trabalha também no sentido de estimular o investimento direto italiano no exterior, atraindo investimentos estrangeiros para a Itália.
www.ice-sanpaolo.com.br

Outras entidades:

Patronatos
Entidades italianas reconhecidas pelo Governo Italiano. O papel dos patronatos no exterior tem com fundamento a melhoria dos serviços oferecidos aos cidadãos italianos e seus descendentes. Os Patronatos prestam os seguintes serviços gratuitos: Atividades de assistência e consultoria aos aposentados (pensões e aposentadoria) previsto no acordo bilateral Itália-Brasil, orientação assistencial, serviços de informação para imigração e acompanhamento dos processos de reconhecimento de cidadania italiana, informações para emissão de passaportes, recadastramento de RNE e sucessões na Itália, entre outros.
www.conssanpaolo.esteri.it/Consolato_SanPaolo/Archivio_News/Patronato.htm

FECIBESP – Federação das Entidades Culturais Ítalo-Brasileiras do Estado de São Paulo
É uma Federação constituída por Associações, Institutos, Fundações e demais entidades sem fins lucrativos ligadas à comunidade italiana. É uma entidade financiada pelo governo italiano e tem como finalidade coordenar e promover a difusão da língua e cultura italiana na Circunscrição Consular de São Paulo, através de cursos, seminários, palestras, exposições, intercâmbios, convênios, entre outros, voltados para descendentes de italianos e simpatizantes da cultura italiana, além da formação de docentes de italiano para as escolas públicas da rede municipal e estadual.
www.fecibesp.org.br

Patronato Assistencial Imigrantes Italianos (PAII)
Surgiu com o objetivo de oferecer assistência às famílias necessitadas da comunidade italiana, através da ação de voluntários. O Patronato oferece apoio para centenas de famílias menos favorecidas residentes na Circunscrição de São Paulo. Por dimensões e pelo peso de sua intervenção, é o maior Patronato Assistencial Italiano operante no mundo. Conta com a ajuda do Ministério das Relações Exteriores Italiano, apoiadores e colaboradores voluntários, o PAII presta assistência a quase 700 núcleos familiares que chega a um total de 2000 pessoas em condições de pobreza. O Patronato baseia-se em vários tipos de intervenções: distribuição de alimentos, roupas, remédios, prestação de assistência sanitária direta através do pagamento de consultas médicas que requerem os serviços de hospitais especializados e também na assistência domiciliar.

Parlamentares Italianos (Eleitos no Exterior)
Os cidadãos italianos residentes no Exterior e os Ítalo-brasileiros com dupla cidadania e inscritos nas listas eleitorais italianas podem eleger, através de voto por correspondência, seus próprios representantes para o Parlamento Italiano. A documentação para o exercício do voto é enviada pelo Consulado. Os deputados e senadores eleitos pelos residentes no exterior atuam nas mesmas esferas daqueles eleitos na Itália, em termos de trabalhos no Parlamento.

Comments are closed